sábado, 24 de maio de 2008

Sobre borboletas


E eu poderia sofrer tudo novamente, dez vezes mais forte, se eu tivesse a certeza que o amanhecer seria tão belo.
As cores se misturaram, agora elas resplandecem júbilo e serenidade. Aquele laranja veio e se alastrou, suavemente, pelo tapete verde-capim que tomou conta da alma. O destino, sempre presente, comprova que depois da tempestade, as coisas sempre se acalmam e os que têm sorte não se molham tanto.
Enquanto o mar da vida se acalma, as borboletas voam cheias de beleza e encanto sobre aqueles campos que antes, encobertos por pó e sujeira, eram cinza e sem vida.


Contigo eu faço todas as apostas, venço e te deixo narrar o final (lê-se início). Cobro com afabilidade e adoro te ouvir dizendo que quer pagar logo. É insuportavelmente lindo o jeito envergonhado com que os teus olhos fogem dos meus. São verdadeiramente gostosas as risadas que deixariam o Ivan (Lins) morto de inveja.
Deveria haver possibilidade de costurar 24h em uma única manhã pra que eu conseguisse usufruir total da companhia mais agradável e afável, do olhar sonolento mais confortante.

10 comentários:

veh disse...

na minha opinião, o texto mais belo que você já fez.

Os Corpos disse...

Nossa, nem sabia que tu tinhas blog e agora entro e leio seu último post. Caramba!acho que os corpos vai morrer...
hauhauhauhauhauhua
Por falar, postei lá sobre as afrodites...dá uma chegadinha.
Outra coisa, como que eu faço pra meu blog ficar assim bunito feito o teu? me ajuda???
beijos enormes e saltitantes

Kika Macedo disse...

"E eu poderia sofrer tudo novamente, dez vezes mais forte, se eu tivesse a certeza que o amanhecer seria tão belo."

Foda...

Eu tbm poderia sofrer tudo novamente!

Adorei..
Textos inexplicavemente magnificos!

bjos

Mai Amorim disse...

Quanto sentimento!
Ah, em uma palavra: sublime.

Um jardineiro disse...

Lembra a morte.

tata disse...

nossa.... eu naum lembro de tr lido uma coisa taum mais linda do q esta... =~~~~
:*

[The stone age_Talita Cavalcante] disse...

"O destino, sempre presente, comprova que depois da tempestade, as coisas sempre se acalmam e os que têm sorte não se molham tanto..."

Um imensurável poético e belo!
Parabéns, Camila.

Tchubei disse...

mas meu amor... (oh a delicadeza da garota) faz um post novo, porra! auHAUhauhUAHUH (aham, agora sim é a delicadeza da garota)
não aguento mais vim aqui e tah aê esse "pra nós todo o amor do mundo" (me deu ateh vontade de chorar =/) pq porra de amor o que nada! o negóço é secçow, já te disse auHAUHuahUHAUha

;*amigosdedandi

Tchubei disse...

deposi me passa as coordenadas disso aqui que qm vai postaragora sou eu =)
vocês vão ver esse blog ficar super 10 de badalado hauHAUhauH (vai é pro beleléu, coitado!)

;*nãomeligaacobrar

Tchubei disse...

ai, ai... hoje de novo e a mesma coisa "pra nós todo o amor do mundo.." meu *&%$ usahsuahsuah
amigos, vai procurar é se apaixonar e sofrer que é (pq só isso que tu sabe) e aí vem psotar, tah?! isso aê jah tah eh velho suahsuahushauhs pq agora eu jah sei que tu tah a própria Shamila auHAUHAUHauh (ela vai me matar, sério!) e é sério... eu vou jah jah postar alguma merda aki, acho que começando a falar de sexo é uma boa, né? assim num abala muito o ibope hahahah =x

;*pratodos