terça-feira, 12 de abril de 2016

Desligar


Desligar é como romper, quebrar; é estar sozinho depois de em completa companhia. Desligar, às vezes, é desumano. Desligar é se ver só querendo estar junto, é ver que o tempo acabou e, olha, Amor não cabe em sessões, amor não cabe em ter tempo determinado, em conferir minutos. 
Chorar de emoção diante de mágoas antigas, senhores, é sinal de amadurecimento e não de desequilíbrio. Querer junto, depois de tantas e tantos, vários e porquês, é sinal de coragem. 

Desligar é, nesse caso, acordar de um sonho.

Nenhum comentário: